Postada em 19 de Julho de 2017 às 20h44min

Suposto ladrão é espancado em Alta Floresta

Por onde passou, suspeito deixou sangue.

Por Redação do CN
Foto: Whatsapp/Clique Noticias

A coisa esquentou no horário de almoço desta quarta feira, 19, no bairro Boa Esperança, em Alta Floresta. Na rua Maria Madalena, moradores se assustaram com uma sequência de invasões à residências por parte, primeiramente de um suspeito e, em seguida de um grupo de quatro homens, sendo que três adentravam os quintais e um permanecia em um carro, da cor branca.

O grupo procurava o primeiro indivíduo que ocupava os domicílios em fuga. Numa das casas ele foi encontrado e foi espancado à madeiradas. O rapaz, não identificado, ficou com vários ferimentos, principalmente na região da cabeça, que sangrava bastante.

Para tentar escapar, o moço tentou invadir uma casa, más foi impedido por uma moradora, que o expulsou de casa. Ele pulou muros de casas vizinhas e parou de ser perseguido depois que outra moradora demonstrou passar mal e pediu ao grupo que não matasse o indivíduo.

Na casa ao lado, o indivíduo em fugo conseguiu usar um tanque para lavar o ferimento da cabeça e, conforme a foto obtida pelo Clique Noticias, sujou toda a água que existia no recipiente.

Logo em seguida, ao perceber o distanciamento do grupo que o agredia, o rapaz pulou outro muro e seguiu andando cambaleando por uma vicinal de acesso ao Residencial Parque das Nações e Vila Nova. Ele se embrenhou em um matagal e não foi mais visto.

A moradora da casa onde fica o tanque perguntou ao suspeito antes de sua saída o que estava acontecendo e ele respondeu que havia furtado uma moto e o grupo estaria querendo lhe matar.

A PM chegou a ser acionada, esteve no local, más nem chegou a registrar o boletim de ocorrências, pois não conseguiram informações. Os policiais informaram que imperava a lei do silêncio na rua e ninguém se prontificou a repassar informações.

De fato, os moradores estão assustados e evitam o assunto.