Clique Notícias - A Notícia em 1 Clique!

Bebê de três dias morre por falta de UTI Neonatal em MT

O pequeno Henry, nascido no último dia 26 no Hospital Regional de Peixoto de Azevedo (673 km de Cuiabá) morreu nesta quarta-feira (28) por falta de...

30 Mar 2018 às 09:31
Nortão em Revista
O pequeno Henry, nascido no último dia 26 no Hospital Regional de Peixoto de Azevedo (673 km de Cuiabá) morreu nesta quarta-feira (28) por falta de leito em UTI Neonatal. A criança nasceu com dificuldades respiratórias e a equipe médica do hospital fazia manualmente sua ventilação, já que não havia ventilador automatizado.

O promotor Marcelo Mantovani Beato tentava ajudar a família e após a morte enviou um ofício ao procurador de Justiça da Procuradoria Especializada em Defesa da Criança e do Adolescente, Paulo Roberto Jorge do Prado, fazendo um desabafo sobre a situação da Saúde em MT e afirmando que deve orientar a família a entrar com uma ação contra o Estado.

No documento, o promotor disse que redigia o ofício pedindo uma ação extrajudicial do procurador, para ajudar a criança, mas que antes de finalizá-lo recebeu uma mensagem do pai do bebê dizendo “Não precisa mais ele faleceu hoje de manhã”.

O promotor então faz críticas à situação da Saúde no Estado e diz que este é “um lamentável episódio, não muito diferente do que tem acontecido nas demais regiões deste Estado ‘de transformação’”.

Ele narra que a criança nasceu no dia 26 de março, com problemas respiratórios e precisava urgentemente de um leito de UTI Neonatal. Pela falta do leito, o bebê permaneceu no hospital, recebendo ventilação manual da equipe médica, já que não havia ventilador automatizado, mas acabou falecendo na manhã de ontem (28).

A demanda já havia sido ajuizada pelo Ministério Público e o pedido de tutela de urgência havia sido deferido pelo Poder Judiciário, no entanto o leito não foi providenciado.

“Henry, infelizmente, não pode vivenciar a 'transformação' que esse Estado tanto propaga em suas campanhas publicitárias, abastecidas com milhões de reais oriundos do erário, mas sem recursos para adquirir um respirador automatizado ou providenciar a abertura de novos leitos de UTI Neonatal”, desabafou o promotor.

Ele ainda pontua que o Estado se orgulha dos números crescentes da economia, mas é incapaz de garantir a dignidade no tratamento de saúde de crianças e adolescente pobres. Ao final ele afirma que ainda irá reunir-se com a família para orientá-los a entrar com uma demanda reparatória contra o Estado.

Leia na íntegra:



Outro lado

Confira abaixo a íntegra do posicionamento do governo sobre a morte da criança:

O Governo do Estado de Mato Grosso lamenta a morte do recém-nascido Henry, ocorrida nesta quarta-feira (28.03), na cidade de Peixoto de Azevedo. Henry nasceu no dia 26.03 em Guarantã do Norte e foi transferido no mesmo dia para o Hospital Regional de Peixoto de Azevedo devido a um problema respiratório. Naquela unidade hospitalar, o recém-nascido foi imediatamente entubado e o médico solicitou a internação dele em uma UTI neonatal nos hospitais da região. A Secretaria de Estado de Saúde tentou, sem sucesso, uma vaga em UTI neonatal no hospital de Tangará da Serra.

A UTI aérea foi acionada para fazer a transferência assim que fosse possível obter uma vaga em UTI neonatal. No entanto, o quadro respiratório se agravou e o recém-nascido faleceu às 6h30 desta quarta-feira, antes de sua transferência para outra unidade hospitalar.

A Secretaria de Estado de Saúde informa que atualmente cerca de 550 leitos de UTI recebem financiamento do Governo do Estado e que suas equipes realizam um rastreamento intenso em busca de leitos vagos de UTI sempre que há demandas reguladas. Entretanto, ainda existe no Estado um gargalo de ofertas de leitos de UTIs, principalmente infantil e neonatal.

A Secretaria de Estado de Saúde ressalta ainda que não tem medido esforços para melhorar a rede pública de saúde e tem colaborado com as prefeituras no custeio de UTIs, média e alta complexidade, atenção básica, farmácia e Unidades de Pronto Atendimento (UPA).

Alta Floresta realizará a 1ª Feira de Turismo da Amazônia mato-grossense

O município de Alta Floresta se prepara para a realização da 1ª FEITAM - Feira...

Vídeos [tvnativa.com.br]

Indeco doa terreno para construção de presidio em Alta Floresta

Moradores de Nova Guarita pedem reconstrução de ponte em rodovia estadual

Grave acidente na MT-208 mata motociclista

Dia do Índio: Localizador de povos indígenas fala sobre documentário

Veja mais [ver todas]

Gerais | 01 de Julho de 2019 às 11h28min

Professores e servidores se reúnem hoje (01) e greve deve ser mantida

O Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público (Sintep) confirmou a realização de uma nova assembleia geral nesta...

Gerais | 01 de Julho de 2019 às 10h40min

Irmãos constroem avião artesanal com motor de Fusca em cidade de Mato Grosso

O avião artesanal foi projetado pelos irmãos Paulo Henrique Sá Ribeiro, 19 anos, e Claudemir Sá Ribeiro, 20, que...

Polícia | 01 de Julho de 2019 às 10h19min

Após queda de avião, mais de R$4 milhões são aprendidos em Alta Floresta

 Uma quantia de R$ 4,679.000,00 (quatro milhões, seiscentos e setenta e nove mil reais) foi apreendida pela Policia...

Gerais | 01 de Julho de 2019 às 10h08min

Alta Floresta realizará a 1ª Feira de Turismo da Amazônia mato-grossense

O município de Alta Floresta se prepara para a realização da 1ª FEITAM - Feira de Turismo da Amazônia mato-grossense...

Gerais | 01 de Julho de 2019 às 09h46min

Empossada nova diretoria do Sindicato Rural de Alta Floresta

Foi empossada na noite de última sexta-feira a nova diretoria do Sindicato Rural de Alta Floresta, que ficará a frente...

Veja mais
Mais lidas