Clique Notícias - A Notícia em 1 Clique!

Pai diz que transferência para UTI neonatal poderia ter salvado vida do filho recém-nascido no Nortão

O autônomo João Paulo Martelo Fernandes, disse, em entrevista, ao Só Notícias, que deve entrar com um processo no Ministério Público Estadual...

30 Mar 2018 às 20:24
Só Notícias
Ilustração

O autônomo João Paulo Martelo Fernandes, disse, em entrevista, ao Só Notícias, que deve entrar com um processo no Ministério Público Estadual (MPE) contra a secretaria de Estado e Saúde (SES) após o filho dele recém-nascido morrer no Hospital Regional de Pexoto de Azevedo (197 quilômetros de Sinop). A criança nasceu na segunda-feira e faleceu, ontem, após ficar aguardando vaga em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal.

“Ele nasceu no hospital de Guarantã e o médicos o avaliaram. Falaram que precisava passar por um pediatra. Como não tem no município, houve a transferência para Peixoto de Azevedo. Até então, não sabíamos que ele precisava de uma UTI. Apenas que passaria pelo pediatra por que havia nascido com complicações respiratórias, mas que ele estava bem. O médico o avaliou na segunda-feira. Depois disso, aguentou até quarta-feira e por volta das 6h30 faleceu. A demora contribuiu para morte do meu filho. É um sentimento que não tem explicação nesse momento”, disse Fernandes.

Por meio de uma nota divulgado na página oficial, o governo do Estado lamentou a morte do recém-nascido. A secretaria de Estado de Saúde disse que tentou, sem sucesso, uma vaga em UTI neonatal no hospital de Tangará da Serra e que a UTI aérea foi acionada para fazer a transferência assim que fosse possível obter uma vaga em UTI neonatal. No entanto, o quadro respiratório se agravou e o recém-nascido faleceu às 6h30 desta quarta-feira, antes de sua transferência para outra unidade hospitalar.

A SES informou ainda que atualmente cerca de 550 leitos de UTI recebem financiamento do governo do Estado e que suas equipes realizam um rastreamento intenso em busca de leitos vagos de UTI sempre que há demandas reguladas. Entretanto, ainda existe um gargalo de ofertas de leitos de UTIs, principalmente infantil e neonatal.

A secretaria ressaltou que não tem medido esforços para melhorar a rede pública de saúde e tem colaborado com as prefeituras no custeio de UTIs, média e alta complexidade, atenção básica, farmácia e Unidades de Pronto Atendimento (UPA).


Mulher é ameaçada pelo ex no Jardim Primavera

Segundo a vítima, o ex pulou o muro e invadiu sua residência

Vídeos [tvnativa.com.br]

Indeco doa terreno para construção de presidio em Alta Floresta

Moradores de Nova Guarita pedem reconstrução de ponte em rodovia estadual

Grave acidente na MT-208 mata motociclista

Dia do Índio: Localizador de povos indígenas fala sobre documentário

Veja mais [ver todas]

Gerais | 13 de Junho de 2019 às 11h03min

Alta Floresta recebe Sorriso, Nova Ubiratã e Claudia pela 3ª fase da Copa Centro América de...

O final de semana será de jogos validos pela 3ª fase da 20º Copa Centro América de Futsal, e mais uma vez, o Ginásio...

Gerais | 13 de Junho de 2019 às 10h26min

Prefeito de Alta Floresta é multado por descumprir decisão do TCE

Por descumprir parcialmente determinação contida no Acórdão nº 342/2017-TP, o prefeito de Alta Floresta, Asiel...

Polícia | 12 de Junho de 2019 às 10h52min

Laudo revela que Rhuan levou 12 facadas e foi degolado vivo

Barbárie foi cometida pela própria mãe e a companheira em Samambaia

Gerais | 12 de Junho de 2019 às 10h43min

Alta Floresta: Defesa Civil reforça alerta de cuidados para o período de estiagem

A preocupação é com pequenas ações que podem aumentar as queimadas e afetar a saúde das pessoas

Gerais | 12 de Junho de 2019 às 10h33min

Bailarinos de Alta Floresta participam de Festival de Dança em Sinop

Na última sexta, sábado e domingo (7, 8 e 9) alunos do Estúdio de Dança Corpo em Movimento participaram do IX...

Veja mais
Mais lidas