Clique Notícias - A Notícia em 1 Clique!
Dólar Hoje Dólar Hoje

°

Assembleia recorre ao Tribunal de Justiça para tentar votar a soltura de Mauro Savi

A Procuradoria da Assembleia Legislativa entrou com um mandado de segurança no Tribunal de Justiça para derrubar a decisão que impede o plenário...

14 Mai 2018 às 09:14
Só Noticias
O pedido será julgado pelo pleno do tribunal.

A Procuradoria da Assembleia Legislativa entrou com um mandado de segurança no Tribunal de Justiça para derrubar a decisão que impede o plenário da Assembleia de cassar, por meio de votação, o mandado de prisão contra o deputado estadual Mauro Savi (DEM), preso durante a Operação Bônus, 2ª fase da Operação Bereré. O mandado foi protocolado na sexta-feira e distribuído para o desembargador Juvenal Pereira, que será o relator.  Ainda não foi informado quando deve ser votado.

A decisão de recorrer ao pleno se deu em razão do ofício encaminhado ontem pelo desembargador José Zuquim à Assembleia, comunicando que já notificou o secretário de Direitos Humanos, Fausto Freitas, para que não liberte o deputado Mauro Savi, mesmo que o plenário vote pela soltura dele.

Além do secretário, o diretor do centro de custódia, José Eliseu, também foi notificado a se abster de soltar o deputado Savi, preso acusado de intermediar o acordo que deu origem ao esquema de fraude, desvio e lavagem de dinheiro na ordem de R$ 27,7 milhões no Departamento de Trânsito (Detran).

O ofício de Zuquim reforçando a prisão de Savi foi o reflexo do parecer da procuradoria do Legislativo, que autorizou os deputados estaduais a cassarem o mandado de prisão, mesmo com o desembargador já tendo determinado o impedimento na última quarta-feira (9).

Na ocasião, o desembargador determinou não só a prisão de Savi, mas que a Assembleia ficasse impedida de expedir resolução que resultasse na revogação da prisão - em razão de os deputados não possuírem as mesmas prerrogativas de deputados federais e senadores.

Em razão do imbróglio causado entre desembargador e Legislativo, a possível votação da revogação da prisão depende da decisão do Pleno. Caso seja autorizada, a sessão para votar a revogação da prisão será presidida pelo deputado estadual Gilmar Fabris (PSD).

Isso porque o presidente da Assembleia, deputado Eduardo Botelho, se colocou impedido de conduzir a sessão, uma vez que ele também é um dos investigados na Operação Bônus, por ter sido sócio da empresa Santos Treinamento, usada para o desvio de dinheiro do Detran. Botelho vai depor, nesta 2ª feira, para promotores.

A operação foi executada pelo Grupo de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e pelo Núcleo de Ações de Competência Originária (Naco) Criminal. Ao todo foram cumpridos 6 mandados de prisão preventiva e 5 de busca e apreensão em Cuiabá, São Paulo e Brasília.

Além de Mauro Savi, foram presos preventivamente o ex-chefe da Casa Civil, Paulo César Zamar Taques, seu irmão, Pedro Zamar Taques, e os empresários Roque Anildo Reinheimer, Claudemir Pereira dos Santos, vulgo “Grilo” e José Kobori.

Polícia

Romoaldo: Mendes é o único que consegue agregar toda oposição

O deputado estadual Romoaldo Junior (MDB) disse acreditar que o ex-prefeito de...

Vídeos [tvnativa.com.br]

Indeco doa terreno para construção de presidio em Alta Floresta

Moradores de Nova Guarita pedem reconstrução de ponte em rodovia estadual

Grave acidente na MT-208 mata motociclista

Dia do Índio: Localizador de povos indígenas fala sobre documentário

Veja mais [ver todas]

Alta Floresta | 26 de Junho de 2018 às 17h59min

Cachorro entra em ação e salva dona atacada por maníaco

O suspeito ainda não foi identificado

Boa Nova | 26 de Junho de 2018 às 17h53min

Moradores reagem ao descaso e cobram classe política

"A vingança é um prato que se come frio"

Gerais | 21 de Junho de 2018 às 09h58min

Parcelamento do Seguro Obrigatório em 12 vezes é aprovado na CCJ

Projeto que permite aos proprietários de veículos o pagamento do Seguro Obrigatório em 12 parcelas foi aprovado na...

Polícia | 21 de Junho de 2018 às 09h57min

AF: proprietário é atacado pelo próprio cão e fica gravemente ferido

Uma ocorrência não muito comum foi registrada pelo Corpo de Bombeiros de Alta Floresta nesta quarta-feira (20), pela...

Polícia | 21 de Junho de 2018 às 09h55min

Polícia Federal prende homem em Mato Grosso que estava falsificando dinheiro

A Polícia Federal prendeu, hoje, um homem com 71 notas falsas de R$ 20 em uma residência no bairro Osmar Cabral, em...

Veja mais
Mais lidas