Clique Notícias - A Notícia em 1 Clique!

Dilma diz que não existe razão para impeachment

Ela está indignada

03 Dez 2015 às 08:01
Gazeta Digital

Em pronunciamento ao lado de 11 ministros, a presidente Dilma Rousseff disse ter recebido "com indignação" a decisão do presidente da Câmara. Dilma afirmou que as suspeitas contra ela são “improcedentes” e que não existe “nenhum ato ilícito” que possa ser atribuído a ela. Ela aproveitou para fazer críticas a Cunha ao afirmar que não possui “contas no exterior”

- Não existe ato ilícito praticado por mim, não paira conta mim suspeita de desvio de dinheiro publico. Não possuo conta no exterior, nem ocultei de conhecimento publico a existência de bens pessoas. Nunca coagi instituições ou pessosas na busca de satisfazer interesses. Meu passado e presente atestam minha idoneidade e compromisso com as leis e com a “coisa pública”.

O acolhimento do processo de impeachment aconteceu horas depois que os deputados petistas integrantes do Conselho de Ética se posicionaram a favor da representação contra Cunha, acusado por quebra de decoro parlamentar.

O Palácio do Planalto terá um prazo de até 10 sessões da Câmara para apresentar sua defesa. Depois disso, uma comissão especial com deputados e senadores terá um prazo de cinco sessões para votar o pedido protocolado pelos juristas Hélio Bicudo e Miguel Reale Jr.

Dentre os motivos que basearam o pedido de impeachment endossado pela oposição no Congresso estão as “pedaladas fiscais” no orçamento de 2014, reprovadas pelo TCU (Tribunal de Contas da União) neste ano.
A presidente Dilma se reuniu com o ministro-chefe da Casa Civil, Jaques Wagner, assim que soube que Eduardo Cunha, deflagrou o processo de impeachment contra ela.

O encontro durou menos de cinco minutos. A presidente ordenou que o ministro se reunisse com a equipe jurídica do Palácio do Planalto para analisar a questão.

Cunha explicou que o parecer técnico da assessoria legislativa da Câmara contém 22 páginas e será publicado hoje.

— Trata-se da argumentação de 2014, porém, a de 2014 foi por mim refutada. A argumentação para o ano de 2015 traz indicação de decretos sem números no montante de R$ 12,5 bilhões que foram editados em descumprimento à lei orçamentária afrontando a lei 1079 no seu artigo 10º, parágrafos 4º e 6º. Consequentemente mesmo a votação do PLN 5, mesmo aprovado e sancionado, não supre a irregularidade de ter sido editada norma em afronta à lei orçamentária.

O presidente da Câmara disse que a decisão foi tomada unicamente com base no parecer técnico e que a decisão se trata exclusivamente de aceitar o pedido. O debate do mérito será feito pela comissão especial que será criada para analisar o caso.

Cunha disse que o processo vai seguir o percurso normal com amplo direito à defesa e que o anúncio não causa nenhuma “felicidade”.

— Eu não o faço por nenhuma motivação de natureza política. Eu refutei e rejeitei todos [os pedidos de impeachment] e o rejeitaria se estivesse em descumprimento da lei.


26 deputados investigados em diferentes esquemas disputam eleições em MT

Dos 20 deputados estaduais que buscam a reeleição, todos já tiveram os nomes...

Vídeos [tvnativa.com.br]

Indeco doa terreno para construção de presidio em Alta Floresta

Moradores de Nova Guarita pedem reconstrução de ponte em rodovia estadual

Grave acidente na MT-208 mata motociclista

Dia do Índio: Localizador de povos indígenas fala sobre documentário

Veja mais [ver todas]

Polícia | 28 de Fevereiro de 2019 às 16h01min

AF: pai é preso após ser flagrado pelo filho abusando da filha deficiente

Encontra-se preso em flagrante delito na Delegacia de Polícia Judiciária Civil de Alta Floresta um homem suspeito de...

Polícia | 27 de Fevereiro de 2019 às 11h10min

Ladrão quase é linchado por populares ao roubar loja e tentar pegar moto de mulher; vídeo

Um vídeo que circula pelas redes sociais, gravado na última terça-feira (26), em Rondonópolis (215 quilômetros de...

Gerais | 27 de Fevereiro de 2019 às 11h06min

Secretaria de Educação de MT se diz contra pedido do MEC para execução de hino e leitura...

A Secretaria de Educação de Mato Grosso disse que não vai atender ao pedido do Ministério da Educação para a...

Polícia | 27 de Fevereiro de 2019 às 11h04min

Mulher é detida em Alta Floresta com 1 kg de entorpecentes

Após informações, a equipe de Moto Patrulhamento da Polícia Militar deslocou-se até a Rua H-12 no setor industrial...

Polícia | 27 de Fevereiro de 2019 às 11h04min

AF: rapaz é detido com 22 porções de substancia análoga a maconha

A guarnição da Policia Militar realizava rondas nesta segunda-feira (26) pela Rua do Araújo, quando deparou com o...

Veja mais
Mais lidas